• Central de Atendimento: (11) 3522-5009

Segurança do Provedor VoIP

Soluções com alta tecnologia para montar Provedor VoIP com segurança em telefonia

Segurança de um Provedor VoIP e terminação de ligações

Para desenvolver os diversos critérios de segurança de redes para um Provedor VoIP, é preciso contar com uma equipe técnica experiente em sistemas, redes de Internet e vários equipamentos utilizados na montagem da infraestrutura. O tráfego de voz gerado em um Provedor VoIP ou em uma Operadora terá uma excelente qualidade, segurança, estabilidade e disponibilidade 24/7/365 dias por ano, se todo o projeto contemplar um planejamento prévio, antes de iniciar os procedimentos de execuções.

01) Segurança de informação numa estrutura VoIP

a) Segurança de Informação é a proteção dos sistemas VoIP em geral, que gera os serviços, gerencia toda a rede e transporta informações dentro da rede;

b) TCP/IP é um protocolo de comunicação de dados que implementa a pilha de protocolos sobre os quais a internet e a maioria das redes globais funcionam. Este protocolo tem um padrão universal.

c) Portas de redes - existem 65.536 portas de redes numeradas de 01 a 65.536. Cada uma destas portas pode ser utilizada por um programa ou diversos serviços diferentes. Além do endereçamento IP de uma rede, qualquer pacote de dados que circula na grande rede de internet precisa conter a porta TCP a que se destina. É esta característica própria que faz com que um pacote de dados específico chegue até o servidor web e não a ao servidor FTP instalado em um mesmo servidor IP. Além destas 65.536 portas TCP existentes na rede, temos também na rede este mesmo número de portas UDP, que é considerada protocolo irmão.

02) Terminação VoIP gerada a partir das operadoras telefônicas

As prestadoras de serviços de telefonia são classificadas da seguinte forma:

a) Provedores VoIP brasileiros - recebem uma classificação específica como telefonia fixa VoIP. No exterior são classificados como provedores de chamadas através da telefonia fixa VoIP e provedores de chamadas VoIP.

b) Provedores classificados como telefonia fixa VoIP no Brasil - estas operadoras são prestadoras de serviços de telefonia VoIP no Brasil, possuindo assim uma autorização (STFC) concedida pela ANATEL, que dá a elas o direito de desenvolverem soluções mais específicas, como é o caso de números virtuais (DIDs) para recebimento de chamadas. Estas empresas podem ofertas os serviços completos a seus clientes, para realizar e receber chamadas nas regiões onde possuem autorização e infraestrutura, como acontece na rede de telefonia convencional fixa e móvel. Exemplos de empresas que possuem soluções completas e realizam também a comercialização de números virtuais para provedores VoIP menores: Algar Telecom, GT Group e IDT Brasil.

c) Provedores classificados como telefona fixa VoIP no exterior - oferecem uma gama de serviços locais e internacionais, como números virtuais para receber chamadas, terminação VoIP para provedores que precisam realizar ligações telefônicas para todo o mundo, serviços de Cartão Telefônico em diversos Países, soluções para Call Shop, além de uma infinidade de soluções inovadoras para o mercado global.

d) Provedores classificados como de chamadas VoIP - disponibilizam apenas a possibilidade de realizar chamadas através da internet, ligações de ramal para ramal VoIP, ligações para telefones fixos e móveis do Brasil, além da possibilidade de terminar também ligações internacionais. Estes Provedores só conseguem fazer a oferta de números DIDs, para recebimento de chamadas VoIP, através de parcerias com as operadoras que concordam em comercializar os números virtuais desvinculados da condição de realizar ligações.

Anatel E Legislação

A Anatel é a Agência Reguladora que faz as Leis, que estabelecem as normas para todas as empresas que operam no mercado de telecomunicações brasileiro. A Agência faz também a fiscalização de todos os serviços ofertados ao mercado.

Como tirar uma Licença da Anatel?

Todo e qualquer projeto VoIP necessita de uma análise detalhada, para estudar a necessidade de uma Licença de imediato para uma operação VoIP, visando trabalhar de acordo com a Legislação vigente no Brasil.

Em caso de começar sem uma licença SCM ou STFC, precisa realizar um estudo para não cometer infrações contra as Leis de Telecomunicações brasileiras.

Para dar início à retirada de uma Licença, será necessário um bom Engenheiro de Telecomunicações e um profissional da área Jurídica, que irão desenvolver o planejamento, o projeto e dar entrada na Anatel.

Neste caso, preferimos orientar sobre este item via um consultor da Diskfree.

Interessados, favor entrar em contato com nossos consultores.


Central de atendimento:

   São Paulo: (11) 3522-5009
   ABC Paulista: (11) 3522-6870
   Minas Gerais: (31) 4063-9068
   Rio de Janeiro: (21) 3527-0246


Continue nossa conversa


Tipo de pessoa